Hipotonia

Muitos fatores levam a uma obstrução nasal completa ou incompleta que acabam dificultando a respiração pelo nariz, com isso, algumas pessoas passam a respirar pela boca, que vira um meio alternativo para tal ato. Porém, a respiração oral causa diversas disfunções no indivíduo.

Fatores como hipertrofia de amídalas e adenoides, rinite, bronquite e sinusite, impedem uma respiração nasal adequada. Cabem aos pais, se o filho é criança, perceberem as características de um respirador oral, como:

• Face alongada; Olheiras; Mau hálito; Sono agitado (baba e ronca); Sonolência; Déficit de atenção, falta de concentração e dificuldade em aprender devido à falta de oxigenação no cérebro; Menor rendimento físico; Preferir líquidos e pastosos, para evitar trabalhar a mastigação; Má postura.

Os efeitos da respiração oral causam diversas alterações na saúde e na musculatura da face, alterando as funções de mastigação, deglutição e fala, pois os lábios, língua e bochechas ficam hipotônicos, ou seja, perdem a força muscular. O individuo hipotônico desenvolve a dificuldade em vedar os lábios (unir o lábio inferior ao superior), ou por terem menos força labial ou por oclusão dentária (modificação na forma de juntar a arcada dentária). Se a mastigação for feita apenas de um lado, desenvolve-se a mordida cruzada, a deglutição atípica (língua entrepõe os dentes) e fala alterada, também por causa do posicionamento incorreto da língua.

O tratamento da hipotonia é multidisciplinar. O ortodontista vai atuar com a má oclusão dentária que causa biprotrusão de arcadas dentárias (arcadas superior e inferior para frente), mordida aberta, mordida cruzada, entre outras. O papel do fisioterapeuta é realinhar a postura do indivíduo, pois, sem perceber, aqueles que respiram pela boca ficam com uma postura mais corcunda, além do tipo de mordida também influenciar o posicionamento da coluna.

Fonoaudiologia para Hipotonia

Se o paciente hipotônico for criança, o fonoaudiólogo conscientizará a família da importância de adequar a respiração, caso não seja, conscientizará o paciente. O segundo objetivo do profissional de fonoaudiologia é trabalhar a musculatura através de exercícios que adequarão o tônus muscular, a postura dos órgãos responsáveis pela emissão dos sons, a mastigação, a deglutição e a fala

Central da Fonoaudiologia possui profissionais que tratam a Hipotonia. O atendimento pode ser realizado em casa. Entre em contato conosco e agende uma consulta. Teremos prazer em atendê-lo.

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)