Como os pais devem contribuir no desenvolviment...

MAIS
INFORMAÇÕES
Marcação Fonoaudiologia em Casa
Marcação Equipe da Central
Marcação Central na Mídia
Marcação Tratamentos
Marcação Aparelhos e Equipamentos
Marcação Dicas de Saúde
Marcação Depoimentos Sobre a Central
Marcação Rede de Parceiros
Marcação Perguntas Frequentes
Marcação Pesquisa de Satisfação
Marcação Trabalhe Conosco
ESPAÇO
DO CLIENTE
Para acessar, digite seu email e senha abaixo:
esqueci minha senha
 › 
Como os pais devem contribuir no desenvolviment...
terça-feira, 11 de agosto de 2015
COMO OS PAIS DEVEM CONTRIBUIR NO DESENVOLVIMENTO DA FALA DAS CRIANÇAS.

Entre um e dois anos de idade, o bebê começa a pronunciar suas primeiras palavras, e esse sem dúvida é um momento muito importante do desenvolvimento infantil. Algumas crianças sofrem com o atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem, e isso ocorre por diversos motivos, por exemplo: problemas auditivos, problemas neurológicos, genéticos, e muitas vezes, Apraxia de Fala.

É um problema que está presente em algumas crianças, e muitas vezes os pais não sabem como lidar com essa situação. A Apraxia é um distúrbio neurológico que afeta a produção motora dos sons e da fala. Essa alteração é funcional, e nem sempre aparece em exames como ressonância e tomografia.

Conheça os sintomas que uma criança pode apresentar:

  • Bebês muito quietos ou que balbuciam pouco.
  • As primeiras palavras como "mamãe" ou "papai" aparecem muito tarde.
  • A criança não consegue se expressar bem, embora entenda tudo o que está sendo falado com ela.
  • Tem facilidade de aprender palavras mais curtas, como "oi", "da", "quer", entre outras.
  • Podem ser confusas na hora de se alimentar, encontram dificuldades para beber, engolir ou mastigar.
  • Crianças que sofrem com Apraxia podem ter dificuldades escolares e emocionais.

Quando uma criança apresenta esses tipos de sintomas, os pais se perguntam “E agora? Como posso ajudar meu bebê a falar?”, a primeira atitude é ir ao médico, somente um profissional pode diagnosticar a criança e orientar os pais do que fazer. Procurar um Otorrinolaringologista também é importante, pra que ele verifique se existe a necessidade de uma avaliação auditiva no bebê.

É importante que a criança tenha contato com outras crianças, isso favorece o desenvolvimento e a associação das palavras. Incentivar seus filhos também é uma boa opção, lendo histórias, cantando músicas infantis, e pronunciando muito bem as palavras podem ser fundamentais na evolução da fala.

Sempre que surgirem dúvidas, é necessário procurar um Fonoaudiólogo, que é o profissional indicado para estes tipos de casos na fala.

 

Confira os serviços da Central da Fonoaudiologia

 

Equipe da Fonoaudiologia

Pré-avaliação via Telefone