Confira como um Fonoaudiólogo pode auxiliar na ...

MAIS
INFORMAÇÕES
Marcação Fonoaudiologia em Casa
Marcação Equipe da Central
Marcação Central na Mídia
Marcação Tratamentos
Marcação Aparelhos e Equipamentos
Marcação Dicas de Saúde
Marcação Depoimentos Sobre a Central
Marcação Rede de Parceiros
Marcação Perguntas Frequentes
Marcação Pesquisa de Satisfação
Marcação Trabalhe Conosco
ESPAÇO
DO CLIENTE
Para acessar, digite seu email e senha abaixo:
esqueci minha senha
 › 
Confira como um Fonoaudiólogo pode auxiliar na ...
quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014
CONFIRA COMO UM FONOAUDIÓLOGO PODE AUXILIAR NA ALIMENTAÇÃO DE UM DISFÁGICO

Veja algumas opções que um paciente com Disfagia pode contar para ter uma alimentação mais segura:

 

1 – Há a necessidade de modificar a consistência dos alimentos conforme o progresso da doença. A umidificação dos alimentos é indicada para a maioria dos pacientes. Em geral, a dieta de menor risco é a consistência pastosa homogênea.

2 – Uso de espessantes alimentares

Essa opção faz com que o paciente seja alimentado por meio de um produto industrializado. A textura e a consistência dos alimentos são modificadas, ficando o sabor inalterado.

3 – Pessoas com disfagia devem estar devidamente posicionadas para que, na hora da alimentação, a refeição não vá  parar nos pulmões. O melhor é que o paciente fique sentado, com o tronco reto e a cabeça erguida. Em situações em que não pode ficar em uma boa posição, ele, quando deitado, deve estar com o tronco fazendo um ângulo de 45 graus, sendo usados como apoio, travesseiros, almofadas, rolos de toalhas ou lençóis.

4 – Ambiente

Lugares calmos, sem ninguém para proporcionar algum tipo de distração, assim como os televisores e rádios deligados são uma maneira de contribuir para uma alimentação bem sucedida.

5 – Via alternativa de alimentação

Em casos de pacientes com possibilidades de aspirar ou com insuficiência alimentar por via oral, a opção é a nutrição enteral, a fim de evitar problemas mais graves. Os médicos definem, por meio do quadro clínico do paciente, se ele realizará sua alimentação pela sonda naso-enteral (SNE) ou gastrostomia (GTT).

Sinais de alerta

1 – Tosse ou engasgo com alimento ou saliva;

2 – Pneumonias de repetição;

3 – refluxo gastro-esofágico;

4 – Febre sem causa aparente;

5 – Sensação de bolo na garganta;

6 – Recusa alimentar;

7 – Sonolência durante as refeições;

8 – Presença de sinais clínicos de aspiração

A Central de Fonoaudiologia atua com profissionais capazes de auxiliar pessoas que esteja com dificuldades na alimentação por conta da Disfagia. Os Fonoaudiólogos realizam atendimento em domicílio. Para saber mais entre em contato conosco. Será um prazer atendê-lo.

Atenciosamente,

Central da Fonoaudiologia

Pré-avaliação via Telefone