04 de abril - Dia Nacional do Parkinsoniano

MAIS
INFORMAÇÕES
Marcação Fonoaudiologia em Casa
Marcação Equipe da Central
Marcação Central na Mídia
Marcação Tratamentos
Marcação Aparelhos e Equipamentos
Marcação Dicas de Saúde
Marcação Depoimentos Sobre a Central
Marcação Rede de Parceiros
Marcação Perguntas Frequentes
Marcação Pesquisa de Satisfação
Marcação Trabalhe Conosco
ESPAÇO
DO CLIENTE
Para acessar, digite seu email e senha abaixo:
esqueci minha senha
  
04 de abril - Dia Nacional do Parkinsoniano
sexta-feira, 4 de abril de 2014
04 DE ABRIL - DIA NACIONAL DO PARKINSONIANO

O início da campanha de conscientização do Mal de Parkinson começa nesta sexta-feira (4) e vai até o dia 11 de abril, quando será celebrado o Dia Mundial da Doença de Parkinson. Hoje, 4 de abril, os brasileiros comemoram o Dia Nacional do Parkinsoniano, como forma de homenagear as pessoas que sofrem com a doença.

O Mal de Parkinson é crônico, degenerativo e progressivo, e em geral manifesta-se em pessoas idosas, na maioria dos casos, começa a partir dos 50 anos. A patologia compromete os movimentos de todo o corpo, causando tremores, dificuldades de locomoção, disfagia e problema na fala. De acordo com pesquisas realizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença atinge no mundo, cerca de 1% a 2% da população acima dos 65 anos, e no Brasil, 3,3% dos idosos acima dos 70 anos.

No cérebro, existe uma região chamada substância negra. Esta substância é responsável por produzir o neurotransmissor Dopamina, que por sua vez, faz a ponte entre os neurônios e os músculos, ou seja, envia comandos de movimentos para o corpo. Com o envelhecimento, a substância negra passa a produzir menos dopamina e, em alguns casos, essa perda acaba sendo muito grande e gerando carência do neurotransmissor.

As causas para o Mal de Parkinson são desconhecidas, o que se sabe é que estão ligadas ao envelhecimento. Em pacientes jovens, segundo alguns estudos, a doença relaciona-se a fatores genéticos.

 

Fonoaudiologia para Mal de Parkinson

Normalmente, pessoas com a doença apresentam problemas para deglutir, pois sentem dificuldade em movimentar os músculos da face e da língua. A fala também é comprometida, devido à rigidez muscular causada pelo Parkinson tornar a voz mais baixa, rouca e lenta, além de atrapalhar a pronúncia das palavras. O fonoaudiólogo, a partir de um diagnóstico precoce, inicia um tratamento com exercícios que envolvam as articulações, deglutição e fonação. A partir de massagens na região do rosto, pescoço e ombros, estimula um relaxamento nos músculos. Para tratar a fala, o profissional orienta o paciente a beber água e a falar mais devagar, articulando bem as palavras. 

Central da Fonoaudiologia conta com profissionais especializados para realizar tratamento em pacientes com Mal de Parkinson que apresentam disfagia e problemas na fala. Procure atendimento ou se precisar de mais informações sobre Fonoaudiologia ou sobre a Central da Fonoaudiologia, entre em contato conosco. Teremos prazer em atendê-lo!

Pr-avaliao via Telefone