Distúrbio do Processamento Auditivo Central (DPAC)

MAIS
INFORMAÇÕES
Marcação Fonoaudiologia em Casa
Marcação Equipe da Central
Marcação Central na Mídia
Marcação Tratamentos
Marcação Aparelhos e Equipamentos
Marcação Dicas de Saúde
Marcação Depoimentos Sobre a Central
Marcação Rede de Parceiros
Marcação Perguntas Frequentes
Marcação Pesquisa de Satisfação
Marcação Trabalhe Conosco
ESPAÇO
DO CLIENTE
Para acessar, digite seu email e senha abaixo:
esqueci minha senha
 › 
Distúrbio do Processamento Auditivo Central (DPAC)
quarta-feira, 27 de maio de 2015
DISTÚRBIO DO PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL (DPAC)

Um indivíduo comum, que goza de suas perfeitas faculdades auditivas, sem nenhuma e qualquer alteração  do Sistema Auditivo Central, consegue realizar normalmente as habilidades de atenção seletiva, discriminação, localização, reconhecimento do som, compreensão, integração e memória auditiva.

Essas habilidades caracterizam o Processamento Auditivo Central (PAC) que de forma mais simplificada, é capacidade que cada um tem de analisar, associar e interpretar as informações sonoras recebidas, ou seja, tudo aquilo que fazemos com o sentido da audição.

Acontece que muitas pessoas têm problemas nesse sistema, apresentando, portanto, aquilo que é chamado de Distúrbio do Processamento Auditivo Central (DPAC), também conhecido como Disfunção Auditiva Central ou ainda, Transtorno do Processamento Auditivo.

O DPAC é uma falha (mais comum do que as pessoas imaginam) no desenvolvimento das habilidades perceptivas auditivas, mesmo que tenha uma audição normal. Dessa forma, o paciente até consegue ouvir as informações sonoras, mas não consegue compreendê-las ou armazená-las.

O fonoaudiólogo então constata que este quadro está associado a alguns indicadores tais como dificuldades de:

* Aprendizagem;

* No processamento de informações auditivas na presença de ruídos externos;

* Para seguir ordens verbais;

* De diferenciar e identificar os sons da fala.

 

Fonte: http://enfrentandooautismo.blogspot.com.br/

Contudo, o fonoaudiólogo irá trabalhar a reabilitação do paciente, treinando as habilidades auditivas envolvidas nos distúrbios do processamento auditivo central, visto que, quanto antes for diagnosticada essa patologia e aplicada o tratamento correto, o resultado pode mudar a vida dos indivíduos com DPAC.

Vale ressaltar por fim, a importância de se observar o comportamento dos filhos (pais) e dos alunos (professores), no ambiente escolar quanto a atenção e desenvolvimento das crianças, estando atentos aos sinais e assim, encaminhá-las para uma avaliação com o fonoaudiólogo.

Este artigo te interessou? Entre em contato com nossa central de atendimento disponível 24 horas por dia, e agende o melhor dia e horário de sua sessão.

Pré-avaliação via Telefone