Fonoaudiologia para Professores

MAIS
INFORMAÇÕES
Marcação Fonoaudiologia em Casa
Marcação Equipe da Central
Marcação Central na Mídia
Marcação Tratamentos
Marcação Aparelhos e Equipamentos
Marcação Dicas de Saúde
Marcação Depoimentos Sobre a Central
Marcação Rede de Parceiros
Marcação Perguntas Frequentes
Marcação Pesquisa de Satisfação
Marcação Trabalhe Conosco
ESPAÇO
DO CLIENTE
Para acessar, digite seu email e senha abaixo:
esqueci minha senha
  
Fonoaudiologia para Professores
quinta-feira, 13 de agosto de 2015
FONOAUDIOLOGIA PARA PROFESSORES

Para profissionais como professores a voz é um instrumento de trabalho, afinal eles lidam com a difícil tarefa de educar e para isso trabalham diariamente por longos períodos, e por meio da comunicação oral transmitem o conhecimento e a sabedoria.

Por utilizarem a fala com frequência, é muito comum que estes profissionais apresentem problemas como, rouquidão, falta de ar, e em alguns casos mais graves cheguem a perder a voz.

O problema mais frequente é a rouquidão que quando se agrava pode se tornar uma complicação chamada disfonia, que é uma alteração na qualidade da vocal. A maioria dos casos de disfonia em professores acontece por conta de nódulos vocais que estão ligados ao atrito excessivo entre uma corda e outra causando um espessamento. Esse espessamento acaba produzindo um efeito de rouquidão, que pode ser identificado através de um exame chamado videolaringoscopia, que tem a função de analisar a estrutura anatômica das cordas, seu fechamento durante a fala e as cartilagens que compõem a laringe. Esse espessamento também provoca os nódulos e conforme o professor força sua voz, maiores eles ficam e a fala acaba sendo cada vez mais prejudicada e perdendo toda sua qualidade.

Confira algumas dicas que podem ajudar no dia a dia dos professores:

  • Fazer exercícios vocais todos os dias, de preferência pela manhã antes de começarem as atividades de trabalho.
  • Tomar bastante água durante o dia, evitando tomar gelada para não causar um choque térmico por conta das cordas vocais estarem aquecidas.
  • Evitar dar aulas de estômago cheio, pois isso dificulta a respiração do pelo diafragma.
  • Quando estiver gripado descansar bastante a voz, pois durante o período de gripe o sistema respiratório fica inchado e irritado.

Durante a aula o professor deve tomar o cuidado de não gritar, ou forçar muito sua voz para não prejudicar sua saúde e seu instrumento de trabalho tão necessário que é a comunicação. É muito importante estar em dia com seus exames e consultar o Fonoaudiólogo sempre que surgir alguma complicação.

Confira os serviços da Central da Fonoaudiologia

Equipe da Fonoaudiologia

Pr-avaliao via Telefone