Memória do Idoso

Memória é a capacidade de elaborar, aprender, conservar, estocar, recuperar e utilizar informações sobre tudo que nos cerca. É através dela que caminhamos, nos movimentamos e nos comunicamos, pois nos lembramos de como fazê-los.

No processo de envelhecimento a memória pode ser afetada por desuso ou envelhecimento biológico natural, o que acarreta em mudanças no seu funcionamento afetando a velocidade do processamento de informações e de armazenamento da memória recente.

Estes fatores unidos ao afloramento progressivo da memória antiga podem causar dificuldades de comunicação, pois o idoso nessas condições já não consegue manter a atenção no interlocutor e no contexto do diálogo, fazendo com que se afaste do convívio social.

Para a Fonoaudiologia, a Memória Operacional cumpre um papel ativo no processamento de informação e nos idosos, sua alteração gera dificuldade para controlar o fluxo de informação e regular os processos implicados na linguagem.

As pesquisas e atuação da fonoaudiologia na memória do idoso apoiam-se em testes específicos, ligados à saúde física. Por meio de atividades específicas para estimulação da memória e também através da realização de ações educativas, abordando algumas estratégias como por exemplo, a oficina de memória, é possível promover a saúde no envelhecimento, visando melhoria na qualidade de vida.

Central da Fonoaudiologia Sobre Atuação na Memória de Idosos

Dispomos de profissionais especializados no tratamento fonoaudiólogo para idosos em quadro de disfunção da memória, incluindo Mal de Alzheimer. Para saber mais, entre em contato conosco e agende uma pré-consulta grátis.

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)