Mudar de voz é possível

voz é uma característica única dos seres humanos, a qual cada indivíduo possui a sua, diferenciando-se dos demais. Usada como principal meio de comunicação, é também muitas vezes o principal instrumento de trabalho de muitos profissionais.

A voz não condizente com a idade, sexo, características físicas e por fim com a profissão exercida, pode gerar incômodo e frustração ao ser confundida ao falar ao telefone, por exemplo.

Um caso famoso é o do lutador de UFCAnderson Silva, que possui escala de voz de 188 hertz, ou seja, o som está na escala feminina, que vai de 150 a 250 hertz. Anderson já declarou que apesar de sofrer bullying desde criança até hoje, gosta de sua voz, pois faz parte de sua personalidade.

Diferente do lutador, muitas pessoas que sofrem do mesmo problema em escalas diferentes, seja sua voz muito aguda estridente ou muito grave, estão insatisfeitas e, portanto, procuram ajuda para reverter esse quadro.

Se esse é o seu problema, saiba que a fonoaudiologia promove tratamentos com exercícios simples que não só corrigem a maneira e volume em que a voz é imposta, como também a previne de desgastes, ardores, rouquidão e nódulos nas pregas vocais em apenas algumas sessões.

O diagnóstico e planejamento do tratamento são feitos pelo fonoaudiólogo e pode ter acompanhamento de outros profissionais como um otorrinolaringologista. O fato é que é possível reverter este quadro e alcançar o timbre de voz desejado.

Para mais informações, procure um profissional entrando em contato com os atendentes da Central da Fonoaudiologia e agende uma pré-consulta grátis.

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)