Alteração Vestibular

Quando um indivíduo sente tontura ao mudar de posição, ou seja, levanta abruptamente ou movimenta a cabeça, e isso vem acompanhado de sintomas como náuseas, zumbidos, dor de cabeça e enxaqueca, ele pode estar com um quadro de alteração vestibular. Esta doença, que altera o labirinto responsável pelo equilíbrio, acomete, na maioria das vezes, mulheres entre 40 e 60 anos.

Contudo, não só as mulheres podem sofrer com esse distúrbio, mas também as crianças. Nestes casos, os sintomas da alteração vestibular aparecem como enjoos em veículos em movimento, enxaqueca e baixo rendimento escolar devido a problemas de equilíbrio. Cabe aos pais perceberem diferentes comportamentos de seus filhos para que eles possam fazer a avaliação otonoeurológica necessária.

O tratamento para alteração vestibular é chamado de reabilitação vestibular, pelo qual o médico otorrinolaringologista acompanha e trata o paciente por etiologia (quando se descobre a causa do problema), medicamentos, dieta balanceada ou exercícios individualizados. Porém, para que haja resultados satisfatórios, é importante que o tratamento ocorra de maneira multidisciplinar com auxílio de um fonoaudiólogo.

A fonoaudiologia atua com exercícios e manobras que se associam a diversas medidas como mudanças de hábitos, esclarecimentos sobre os sintomas ou alterações no equilíbrio. Enquanto o paciente recebe o tratamento, é normal ele sentir sintomas em leve intensidade, que tendem a desaparecer com o tempo. 

Central da Fonoaudiologia atua com profissionais habilitados para tratar paciente com alteração vestibular. Para mais informações entre em contato e realize uma pré-consulta. Será um prazer atendê-lo.

Obrigado pela leitura!
Equipe Central da Fonoaudiologia.

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)