Distúrbios Articulatórios

O Distúrbio Articulatório pode ser classificado em vários tipos. Além disso, deve ser levada em consideração quantos anos o paciente tem, uma vez que dependendo da idade, a pessoa conseguirá falar determinadas palavras e outras não. Tudo depende do sistema responsável pela articulação das palavras, que devem estar em total harmonia, também.

O desenvolvimento da língua acontece desde o período de amamentação. Nessa fase, ocorre o desenvolvimento físico e neuropsicomotor através de aspectos nutritivos. Ao mesmo tempo, toda uma cadeia ligada ao sistema respiratório, alimentar e o fonológico são estimulados. Sendo assim, o que fará com que a fala tenha um desenvolvimento sólido é o equilíbrio entre todos esses fatores.

Os fonemas, a partir da idade, surgem através de uma ordem cronológica:

– Dos 18 meses aos 2 anos e meio: b,m,p,t,d,k,g,nh

– Dos 3 aos 4 anos: x, ch, j, l, lh, r, com poucas falhas na articulação

– Dos 5 e 6 anos ocorre a emissão de todos os fonemas da língua

Além da faixa etária para aprender a emitir os sons de todas as letras e palavras, o fonoaudiólogo leva em conta o tipo de Distúrbio Articulatório, que podem ser:

Omissão; distorção; inversão; e, inserção.

A Fonoaudiologia atua investigando a causa e o motivo do Distúrbio. É preciso que a pessoa que seja portadora dessa enfermidade esteja motivada para cuidar do problema, contando também com o auxilio dos parentes, que serão muito importantes para que o resultado seja positivo.

A Central da Fonoaudiologia dispõe de profissionais que tratam de Distúrbios Articulatórios. Para saber mais como nossos Fonoaudiólogos atuam em domicílio, entre em contato conosco, pois será um prazer atendê-lo.

 

Obrigado pela leitura!
Equipe Central da Fonoaudiologia.

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)