Lábio Leporinio

As fissuras labiopalatinas são malformações congênitas que atingem o lábio e o palato (céu da boca). Afetam uma a cada 650 crianças nascidas no Brasil e são consideradas deformações craniofaciais, podendo ser classificadas como anteriores ou posteriores.

Essa anomalia é considerada uma das mais comuns e o tratamento deve ser iniciado desde o ventre materno e continuado após o nascimento, o que envolve vários especialistas tais como: ortodontista, otorrinolaringologista, pediatra, cirurgião plástico, psicólogo, nutricionista e também o fonoaudiólogo, afim de que a criança possa se reabilitar completamente.

A função da fonoaudiologia para o tratamento dessa deformidade é atuar no pré e pós operatório orientando na fase inicial de sucção, alimentação e por consequência, buscar o bom funcionamento das estruturas que sofreram alterações em decorrência da má formação.

Quanto a fase de sucção (alimentação de leite materno), o fonoaudiólogo auxiliará na orientação da escolha do bico de mamadeira mais adequado, a posição correta para amamentar a criança, entre outros, lembrando que no período pós-cirúrgico, não é permitido a utilização de mamadeira, recomendando-se apenas alimentos pastosos por volta de 3 meses.

A central da Fonoaudiologia dispõe de profissionais habilitados e especializados no tratamento de Lábio Leporino. Para saber mais, entre contato conosco e agende uma pré-consulta gratuita, será um prazer atendê-lo.

Obrigado pela leitura!
Atenciosamente,
Central da Fonoaudiologia.

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)